Tipos de Esgoto

Basta abrir uma torneira para iniciar o processo de formação ou abastecimento das redes de esgotos. Elas são resultado da utilização de água de qualquer origem. Seja no banho, no vaso sanitário, pias ou tanques, toda água utilizada acaba indo para os encanamentos. Qualquer problema relacionado consulte uma empresa Desentupidora.

Há diversos tipos de esgotos:

- Doméstico: produzido nas residências com lavagem de roupas, utensílios de cozinha, banhos e descargas;

- Pluvial: resultado das águas das chuvas;

- Industrial: basicamente é o esgoto produzido em empresas, lavanderias, shoppings, indústrias e fábricas. Contém uma química diferente da encontrada no esgoto residencial.

Para cada um, há um tratamento diversificado, para que a água seja limpa e possa ser reutilizada para diversos fins. Essa limpeza é importante para o meio ambiente e também para a saúde humana, pois evita a proliferação de doenças.

Mais um despejo forma o esgoto

Além dessas três classificações, o esgoto também é formado por água de infiltração, como a água dos lençóis freáticos, que podem penetrar nas tubulações e chegar às Estações de tratamento.

Para onde o esgoto vai

Após passar pelo ralo, a água utilizada passa por canos e tubos e cai em uma caixa de concreto. Daí, ela segue para as ruas, onde encontra tubos maiores, até chegar a outras tubulações enormes, chamadas de coletor-tronco ou interceptor. Essas tubulações levam a água a uma estação de tratamento.

Lá, ela é tratada. Parte pode voltar para ser reutilizada e outra parte é lançada nos rios, lagos ou no mar.

Há locais, porém, onde não há essa tubulação e a água utilizada acaba indo para esgotos ao ar livre ou fossas. A sujeira pode atrair ratos e baratas, além de bactérias, trazendo à população o aumento de doenças sérias, como verminoses, cólera e hepatite.

A solução é entrar em contato com a Sabesp para enviar esses esgotos aos Postos de Recebimentos de Efluentes, via caminhão.

As estações de tratamento

Dependendo do tipo (doméstico, pluvial ou industrial), o esgoto é direcionado a uma estação de tratamento específica, com substâncias próprias para tratar cada “material”.
Ele pode ir por meio das tubulações das companhias de saneamento básico, como a Sabesp, ou através da coleta particular e do transporte, realizados pelas empresas desentupidoras. O ato tem se tornado bastante comum e cresce bastante com o aumento da preocupação em manter o meio ambiente limpo e conservado, principalmente entre as indústrias.

Após a limpeza da água, ela volta para o meio ambiente ou vira água de reuso, não potável, mas muito útil.

É importante ressaltar que a coleta e o tratamento do esgoto reflete diretamente na saúde da população e em toda economia de uma cidade.

A coleta e o tratamento do esgoto tem impacto direto na saúde da população. Em lugares onde a coleta e o tratamento do esgoto são inexistentes, as pessoas sofrem mais com doenças, principalmente as diarreias. As crianças, por sua vez, são as que mais sofrem com essa situação.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>